quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Os covardes entrarão no céu?

Quero contar para vocês sobre um episódio que ocorreu em um dos meus dias de férias. Vejo isso tanto como um "livramento" (como diriam os cristãos), como uma lição para que não façamos igual se um dia tivermos a oportunidade.

Bom, eu e uma amiga fomos acampar numa das praias de Palmas (sim, "praias de água doce" é como são conhecidas). Montamos a barraca já tarde, umas 6 e pouco. Enquanto minha amiga enchia o colchão eu fui comprar nosso jantar num quiosque. Era Segunda-feira, haviam poucas pessoas na praia do Prata. E éramos apenas nós duas numa praia que ficaria, em poucas horas, vazia, não fosse por um hippie que mora dentro de um barco flutuante que ficava há uns 20 metros de onde acampamos-nunca entendi o porque do nome "flutuante" agregado à "barco", já que por ser "barco" fica entendido que flutua. Fiz o pedido do jantar e de uns drink's, o garçom levou até nossa barraca, conversamos um pouco e ele deixou o número do celular dele conosco, caso houvesse algum imprevisto ou acidente, sei lá..foi embora.

Passaram-se umas duas horas e o tal garçom chegou de carro onde estávamos, já tinha passado em casa e trocado de roupa. Passou apenas para verificar se o tio da minha amiga tinha chegado. Ela falou naturalmente que ele chegaria lá pra 1 da manhã, apenas pra "animar" as coisas(por "animar" atenda "acordar")e logo iria embora..mas, pra surpresa dele, o tio dela chegou bem na hora que ele estava lá! Cumprimentaram-se e o garçom foi embora. O tio da minha amiga passou apenas pra ver se estávamos bem e foi embora, dizendo que voltaria mais tarde. Uns primos de uma amiga, que moram lá, passaram pra dar um "oi" e logo foram embora também. Comemos, bebemos e fomos dormir.

Eu sou o tipo de pessoa, que com sono, dorme em qualquer lugar a qualquer hora. Amo dormir, sério!! Bom, nesse dia eu estava cansada, muito cansada de tanto beber em lugares diferentes. Chegamos na cidade no Sábado pela manhã e só dormimos na Segunda, e ainda umas poucas horas. Eu estava cansada e queria dormir até a hora do tio da minha amiga chegar com a "animação" toda dele...

Bem, fomos deitar. Ela pegou no sono em poucos minutos. Eu cochilei e, em 5 minutos, dei um pulo de susto e acordei! Mas, ela só o vento..voltei a dormir, com uma sensação estranha, de que algo (ruim) iria acontecer. Não consegui dormir. Fechava os olhos e abria em menos de 2 minutos, até que finalmente consegui cochilar de novo! Quando, do nada, abri meus olhos e vi a sombra de um homem se aproximar da barraca! Cutuquei minha amiga e falei o que vi, ela se assustou mas não sabia se era sonho meu ou se ela que estava sonhando ainda, tadinha..daí, ouvimos passos, como se alguém estivesse caminhando ao redor da barraca. Falei alto "tem alguém aí? Kaio, se é você, pára! Isso não tem graça!". Ouvimos mais passos, como se a pessoa estivesse planejando o que fazer, sei lá! Mas ainda estava lá. Minha amiga pegou o celular e começou a ligar(adivinhem? 19o, eh, não deu¬¬) pra um monte de número e nada dava certo. Tensão. Passos se aproximando mais da barraca. Respiração de uma terceira pessoa. Medo...

Comecei a gritar "SOCORRO"!!! Por que eu fiz isso? Apenas um barranco e uns dez metros nos separavam de um grupo de crentes que estavam fazendo um jantar na beira da praia, pensei que eles poderiam ajudar, ainda mais por serem "crentes"(me recuso a chamá-los de cristãos)!
Depois de gritar muito e sem resposta, depois de ligar pra um monte de número diferente e ninguém atender, depois de procurar o número do garçom e não achar, depois de sentir muito medo- isso tudo em menos de cinco minutos- explodi! Peguei a coisa mais pesada de dentro da bolsa(podem rir, eu mesma ri demais disso) : Um tubo de Pantene (sabe aquele creme pra cabelo?)! Saí que nem uma louca, pronta pra morrer e matar!kkkk Quando olhei, não havia mais ninguém lá! Só uns crentes felizes da vida, cantando e enchendo a barriga há uns 10 metros dali. Não me contive, comecei a gritar na direção deles: "SEUS INÚTEIS! FICAM AÍ SÓ REZANDO ENQUANTO A GENTE QUASE MORRE! VÃO 'TUDO' ARDER NO INFERNO!! BANDO DE COVARDES, MALDITOS, IDIOTAS "(por aí vai....tenho um verdadeiro dicionário de palavrões que poucos tem a honra de ouvir). Isso fez eles levantarem das suas confortáveis cadeiras e verem o que estava acontecendo. Acho que eles levam jeito para a profissão que eu quero seguir, juro que dariam excelêntes jornalistas! Só sabiam me perguntar o que havia acontecido! Joguei tudo na cara deles(indignadíssima) e PASMEM, eles narraram toda a nossa "tragetória", desde nossa chegada até a aparição deles. Ainda se confundiram ao dizer que pensaram que eram as crianças gritando "socorro" de brincadeira e outra hora disseram que pensaram ser apenas uma briga de casal(digam-me , uma briga de casal onde uma mulher grita desesperadamente a palavra "socorro", não te deixa no mínimo curioso para ver se ela vai sair com vida dessa briga?).

O fato é que eles não "amaram o próximo". Podia ter acontecido algo realmente sério naquela noite, e eles tiveram a oportunidade de evitar isso, mas não fizeram. Eles viram dois homens com uma "aparência estranha" indo na direção da nossa barraca e um tempo depois ouviram os gritos de socorro..não fizeram nada. Bom, logo que souberam da história (porque ali o que importava era nos interrogar e não procurar os caras) disseram que estavam indo embora. Sério, um grupo de umas vinte pessoas, ou mais, deu no pé em questão de minutos depois do ocorrido. Nunca vi gente tão covarde e desumana que ainda tem a capacidade de abrir a boca e falar com todas as letras que é "crente". Que espécie de deus eles andam seguindo? Que livro eles andam lendo? Falei um monte de coisas com toda a raiva e tensão contida dentro de mim, e não me arrependo. Só posso agradecer à Deus por ter guardado nossa vida e por ter me dado uma garganta tão potente!(rs) Mas àquela raça de víboras hipócritas e covardes...melhor deixar de lado.

No mais, findamos o acampamento dentro do tal barco flutuante ouvindo Pink Floyd, bebendo skoll (eu não bebi porque barcos me deixam enjoada), fumando compulsivamente Carlton (sim, eu fumei demais...meu mal quando fico nervosa), debaixo de uma tempestade, embrulhados num cobertor e falando besteiras..o outro dia foi ótimo![Grazadeus, neh?]

;)



7 comentários:

Guilherme Bayara disse...

Realmente foi desumana a atitude deles. Se alguém grita socorro, não fazemos suposições estupidas, procuramos qual o problema e uma forma de ajudar. E dada toda a situação eles deveriam ter corrido para ajudar.

Não vou entrar no mérito da religião, pois não sigo e nem acredito em nenhuma...

Mas acho que isso vai além, pois devemos acima de tudo ter conciência de que são pessoas, com sentimentos, fragilidades e com vidas. Sempre que possível, devemos ajudar.

Guilherme Bayara disse...

Oi ^^
Vi você pedindo as dicas...
Vou te passar os sites que eu usei pra personalizar meu Blog ^^

Um ótimo Blog com milhares de dicas:
http://www.ferramentasblog.com/

Btemplates: tem vários temas ótimos
http://btemplates.com/

O site do formulario de comentarios
http://disqus.com/

O site da barrinha que fica embaixo da tela
http://www.wibiya.com/

E o site do formulario de contato
http://wufoo.com/

Thais disse...

Credo Lê, que coisa horrível! OO
Eu só corro se estiver sozinha.. hahahaha
Mas, véy, como que o povo vê elementos mal-encarados e NADA faz???
Tô indignada! ¬¬

Mr. Voxx disse...

pois é,
só acho que vc não deve juilgar todos os cristão por estas pessoas,
na verdade o ser humano está cada vez mais desumano e infelizmente nisto estão incluidos muitos religiosos de todas denominações
valeu?
um abraço

Tarja preta disse...

Nem julgo. Tanto que falei que me recusava a chamá-los de cristãos. Na minha opnião eles não seguiram o que pregam, só isso. Mas esse é um erro de gregos e troianos.
Na hora que fiz esse post eu estava com muita raiva, e hoje lendo dá até vontade de apagar, mas não vou..vou deixar aí pra eu aprender que eu preciso saber perdoar as pessoas..
Em resumo, acredito que eles agiram mal e eu também agi mal falando sem filtrar o que eu pensei na hora.
;)

Music Hot disse...

Gostei muito do seu blog.
Frases e ideologias impactantes.
Que fez refletir sobre alguns aspectos, antes esquecidos.

___Maio___ disse...

gênero: terror